Vaquinha para ajudar Pedro, vendedor do Carrefour que foi humilhado por gerente, enquanto limpava chão de joelhos


No vídeo que circula nas redes sociais desde ontem (25), e tem gerado nas pessoas indignação, o vendedor do Carrefour de Campo Grande (MS), Pedro Henrique Monteiro da Silva, de 23 anos, é humilhado pela gerente enquanto limpa o chão da loja de joelhos para tirar uma mancha de cola!

Ele nos contou que não foi a primeira vez que sofreu assédio da gestora, e que desde o ocorrido, tem virado alvo de piadas dos colegas de trabalho. 

Com medo de ficar desempregado, ele se submetia a essas humilhações. Pedro trabalha há quatro anos no hipermercado, desde que veio com a família do Acre para tentarem uma vida melhor. Cursando administração, seu sonho é terminar a faculdade, construir sua casa e ajudar seus pais.

O jovem mora com a esposa e os sogros, e além de ajudá-los na conta de casa, ajuda os pais e os seus 5 irmãos mais novos que moram num barraco improvisado e tem passado por dificuldades. Seu pai está afastado do trabalho por problemas de saúde e a mãe faz bicos com bazar que montou em frente de casa.

A vaquinha é para que ele consiga se manter nesse período, até que a sua situação com o Carrefour se resolva. O valor também é para que ele consiga comprar tijolos e telhas para melhorar o barraquinho dos pais. “Choveu esses dias e molhou toda a casa por dentro”, contou chateado.

Vamos fazer o Pedro dar a volta por cima de tudo isso que aconteceu?!


Como tudo aconteceu


A situação ocorreu no final de setembro deste ano. Pedro contou que a gestora tinha pedido para ele tirar do chão uma mancha de cola.

“Eu tinha terminado de fazer minhas tarefas, e ela [a gerente] pediu para eu dar uma mão para um colega. Eu falei que tudo bem. Limpei os fogões, limpei a geladeira, fiz minha parte. Depois, eu estava limpando lá, ela viu uma fita no chão, eu acho que é aquela de demarcação de distanciamento da Covid, ficou aquela cola preta. Ela falou: a gente tem que tirar isso. Eu chamei a equipe de limpeza, eles tentaram tirar e também não conseguiram, disseram que precisava usar uma máquina. Eu falei para ela que não tinha como a equipe limpar, porque a máquina não estava na loja. Ela falou que eu tinha que fazer e já começou a ficar nervosa”, lembra.

Nota do Carrefour e afastamento da funcionária


Em contato com a imprensa do Carrefour, foi nos enviado a seguinte nota:

“O Carrefour repudia todo e qualquer comportamento indevido por parte de seus colaboradores. Estamos apurando o caso internamente e, por ora, houve o afastamento da profissional envolvida. Além disso, estamos em contato com o colaborador prestando toda a assistência necessária”.

Funcionário exemplar


O vendedor conta que foi um gerente do hipermercado que lhe ofereceu uma oportunidade de emprego, quando encontrou com ele vendendo trufas, em um semáforo. Pedro diz que em pouco tempo bateu recordes de vendas e foi promovido.

“Eu sou muito grato pelo Carrefour e pelos meus outros gestores, eu cresci muito aqui”, contou.


Tentou ter seu próprio negócio


Pedro contou que mora num bairro bem carente e montou nele uma lojinha de informática e lan house, mas que infelizmente teve que fechar durante a pandemia.

“Eu revendia os produtos que comprava no Carrefour, já que os moradores não tinham acesso a esses produtos com facilidade. Eu deixava as crianças brincarem nos computadores e não cobrava por isso”, relembra.

Doe a partir de R$ 1,00 pelo PIX!


Agora ficou mais fácil para você transformar vidas! A partir de agora, você pode doar qualquer quantia por PIX, a partir de R$ 1,00. 

Sobre nossas vaquinhas


A equipe do SVB faz a pesquisa e a apuração de todas as histórias que chegam até nós. Cada campanha é acompanhada para que possamos mostrar como a sua doação foi importante na transformação da vida dessas pessoas.

Acompanhe nossas histórias através das redes sociais do SVB.

Problemas com pagamentos ou outras dúvidas? Entre em contato com a gente no [email protected]